‘A gente precisa deixar as pessoas com condições iguais’, diz Gil sobre a importância da educação

A frase é do ex-BBB e doutorando em Economia Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, em entrevista ao NE1 desta terça-feira (4).

Ele deixou o programa em quarto lugar, no domingo (2), e marcou a edição por suas “cachorradas” e pelo orgulho com que falava de Pernambuco e das cidades de Paulista, onde mora, e Jaboatão dos Guararapes, onde nasceu, no Grande Recife.

Durante sua passagem pelo Big Brother Brasil, que termina nesta terça-feira (4), Gilberto falou, diversas vezes, sobre as dificuldades de, sendo pobre e morando na Região Metropolitana do Recife, levar os estudos adiante. Enquanto estava confinado, ele passou em três seleções de PhD nos Estados Unidos.

Um dos problemas mais citados por Gil do Vigor era a precariedade do transporte público na Região Metropolitana. Por vezes, ele citou o Calendário do NE1, quadro do jornal que cobra do poder público soluções para problemas nas comunidades.

“A questão dos ônibus sempre foi muito importante porque como você vai estudar, tu sai da tua casa, tu vai chegar na universidade cansado, estressado, às vezes machucado, atrasado e competir com pessoas, obviamente que não é demérito nenhum, mas a pessoa usou um carro, ar-condicionado, chegou tranquilo, suave, sem muito estresse na cabeça”, afirmou Gilberto.

Para Gilberto, que conhece de perto o quão difíceis se tornam os desafios do cotidiano para quem tem poucos recursos, a desigualdade social é gritante, principalmente na educação.

“Acaba se tornando uma competição um pouco desleal, porque só quem passa pelo que eu passei e pelo que muitos brasileiros passam sabe como é. E você já entra na sala de aula com um desgaste mental tão grande que a absorção do assunto vai ser menor, que a tua capacidade de querer se dedicar também vai ser menor. Então, para mim, é algo que precisa muito ser debatido”, declarou.

Gil do Vigor também marcou o BBB 21 pelo carisma e pelo jeito engraçado com o qual lidava com os problemas e confusões do Big Brother. Para ele, a leveza ao falar de temas sérios e ao encarar os desafios é uma de suas forças.

“Eu sei a importância do estudo. Eu brinco que a única forma que o pobre tem de lidar com a dificuldade é sorrindo, é brincando, porque senão fica mais difícil do que já é. Então, eu tento levar com muita leveza, sempre foi assim na minha vida, porque, se for levar a sério o que está aí, meu amado, a gente não dá dois passos”, disse.
Mãe de Gilberto, dona Jacira, que ficou famosa em todo o Brasil pela relação de respeito e carinho ao filho, falou sobre o orgulho que tem de Gilberto.

“A trajetória dele me deu muito orgulho, a educação que ele levou, a realidade de uma situação difícil que muitos brasileiros passam, que querem estudar e precisam ralar muito para quebrar barreiras”, afirmou.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp