Advogado em surto psicótico ameaça própria vida e mobiliza Polícia Militar e Samu em João Pessoa

Um advogado, em surto psicótico, ameaçou tirar a própria vida, em um apartamento no bairro de Manaíra, em João Pessoa, nesta sexta-feira (20). O caso mobilizou a Polícia Militar e também o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A negociação durou quase quatro horas.

Ao ClickPB, o tenente Daniel Guerreiro, do Batalhão Especializado em Policiamento Turístico (BPTur), contou que o caso teve início às 2h40 de hoje quando a polícia recebeu um chamado de um homem ameaçando a própria vida. Após tentativas de conversas com o advogado, a Polícia Militar conseguiu convencer o homem a descer do apartamento. Isso já era por volta das 6h30.

“Ele estava muito nervoso. Não queria conversar com ninguém. Passamos a madrugada conversando com ele. Fomos até ao apartamento dele, após autorização da esposa, para ver se ele saia para atendimento com os médicos. Depois de um tempo conseguimos lograr êxito”, comentou, em conversa com o portal.

O tenente explicou que não houve ameaças a familiares nem a vizinhos. Familiares contaram aos policiais que o advogado estava com uma arma, mas durante averiguação no apartamento os policiais não encontraram a arma.

“Não podemos afirmar se ele estava armado ou não. Apenas não encontramos a arma”, frisou. Ele contou ainda que a esposa do advogado, que estava no apartamento, ligou para a irmã que acionou inicialmente o Samu que em seguida chamou os policiais militares.

O médico do advogado também foi ao local, o que ajudou ao homem a sair do apartamento e buscar atendimento de saúde. Ele foi encaminhado ao Pasmem – Pronto Atendimento em Saúde Mental – que fica no bairro de Mangabeira.

clickpb

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp