Allyson Felix conquista 10ª medalha olímpica, recorde feminino no atletismo

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) — A americana Allyson Felix ficou com o bronze na disputa dos 400m rasos nas Olimpíadas de Tóquio, e bateu recorde no atletismo. A corredora faturou sua 10ª medalha, superando a jamaicana Marlene Ottey como a mulher com mais pódios na história dos Jogos Olímpicos.

A vitória na prova ficou com Shaunae Miller-Uibo, de 48s36, das Bahamas. Marileidy Paulino, da República Dominicana, levou a prata, com 49s20. Felix completou os 400m rasos com 49s46.

Aos 35 anos, Allyson foi mãe durante o ciclo olímpico. Em sua carreira, ela já havia conquistado seis medalhas de ouro e três de prata, em provas de 100m, 200m e 400m, bem como revezamentos, nas Olimpíadas de Atenas-2004, Pequim-2008, Londres-2012 e Rio-2016. Ela empatou com o lendário Carl Lewis entre os americanos. O corredor ganhou nove medalhas de ouro e uma de prata em sua carreira.

O recorde geral do atletismo é do finlandês Paavo Nurmi, que conquistou nove medalhas de ouro e três de prata em provas como 10000m, 5000m, 3000m com obstáculos e cross country. Nurmi é considerado um dos atletas mais completos da história do esporte, e uma lenda do atletismo. Ele disputou as Olimpíadas da Antuérpia-1920, Paris-1924 e Amsterdã-1928.

De quebra, Allyson Felix ainda se tornou a mulher mais velha dos Estados Unidos a ganhar uma medalha olímpica, superando Evelyn Ashford, campeã olímpica aos 34 anos em Barcelona-1992, no revezamento 4x100m.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp