AMOR ATÉ O FIM: pesquisadores encontram na China esqueletos abraçados há 1.500 anos

Arqueólogos encontraram dois esqueletos abraçados de cerca de 1.500 anos na região norte da China, de acordo com uma publicação no periódico científico “International Journal of Osteoarchaeology”.

É o primeiro casal encontrado abraçado dessa forma na China, disse Qian Wang, o principal autor do estudo e um professor associado no departamento de Ciências Biomédicas na faculdade de Odontologia da universidade Texas A&M.

Enterros de casal não são raros na China, mas esse, especificamente, está colocado propositalmente para demonstrar afeto entre os dois.

Os esqueletos são de pessoas que viveram na dinastia Wey, que dominou a região entre 386 e 534.

Fonte: G1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp