Brasília não consegue liberar público. Fla-Flu será no Maracanã

O governador de Brasília percebeu que não conseguiria convencer o Ministério Público a liberar a entrada de 20 mil pessoas para a final do Carioca, entre Flamengo e Fluminense.

Por conta da pandemia.

E Brasília teve de desistir da decisão.

O jogo será mesmo no Maracanã, sábado.

Sem o dinheiro do público, não compensaria ao Flamengo e ao Fluminense irem até a capital do Brasil para jogar.

A alegação foi que o estado do gramado do Mané Garrincha está ruim.

E a final foi confirmada mesmo no Rio de Janeiro.

O passo atrás teve de ser dado.

Mas a diretoria do Flamengo segue obcecada pelo retorno de torcedores nos estádios.

Os dirigentes do Fluminense, pelo contrário.

Se mostram contrários, enquanto a maior parte dos brasileiros não for vacinada contra a Covid-19.

A direção do Maracanã não quer saber de público e nem de convidados para a decisão.

As 148 pessoas que estiveram no empate em 1 a 1, no sábado passado, além de causarem confusão com os jogadores, provocaram uma multa da Secretaria Municipal de Saúde.

A administração do estádio teve de pagar R$ 14.060,72.

E avisa que não permitirá a entrada de convidados no jogo decisivo.

Que será disputado no Maracanã…

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp