Cesta básica tem queda de 0,94% no mês de agosto em Campina Grande

O valor da cesta básica regional em Campina Grande, neste mês de agosto, apresentou uma leve redução de 0,94%. O valor baixou de R$ 693,53 (julho/2021) para R$ 686,98 (agosto). A queda, segundo pesquisa divulgada pelo Procon Municipal nesta segunda-feira, 9, representa uma economia de R$ 6,58 no bolso do consumidor e foi influenciada, principalmente, por produtos como o arroz, feijão e tomate. O estudo foi realizado no período de 01 a 05 deste mês, em 60 supermercados do município.

Segundo o coordenador do Procon-CG, Saulo Muniz, essa variação negativa de 0,94% no valor da cesta básica em relação ao mês anterior está, normalmente, relacionada à demanda e oferta, principalmente nos preços médios dos produtos que dependem da sazonalidade e estão na preferência do campinense.

O quilo do tomate, cujo preço médio no mês de julho era de R$ 4,78, apresentou redução de 13,11% e pode ser encontrado ao valor médio de R$ 4,16. O arroz (1kg), que custava R$ 4,39, apresentou queda de 4,54% e pode ser adquirido por R$ 4,19. E o feijão mulatinho (1kg) de R$ 7,01 teve o preço reduzido para R$ 6,80, após variação negativa de 3,00%.

Variação Absoluta

De acordo com a variação absoluta nos preços apontados na pesquisa do Procon Municipal, que é composta por 42 produtos divididos em cinco grupos: carnes e derivados; farináceos; higiene e limpeza; hortifrúti e óleos e temperos, grande parte os produtos apresentaram desempenho positivo. Em caso de estabelecimentos que comercializem produtos tanto no atacado como no varejo, é considerado sempre o valor dos produtos no varejo.

Com isso, no grupo carnes e derivados, as maiores variações nos preços estão no frango (1kg), que pode ser encontrado ao preço de R$ 7,99 (menor) até R$ 14,99 (maior), numa diferença de 87,61%; e na carne de sol (1kg), que pode ser encontrada por R$ 36,89 (menor) até R$ 59,99 (maior), diferença de 62,62%. No grupo dos farináceos, os destaques são: massa de espaguete (1,2 kg), cujo menor preço é de R$ 1,99 e o maior R$ 3,69, com variação de 85,43%; e o biscoito água e sal (400g), cujo menor preço é R$ 3,48 e o maior R$ 5,49 (variação de 57,76%).

Higiene e Limpeza

No grupo higiene e limpeza, os destaques das maiores variações de preços estão no papel higiênico (4 rolos), com menor preço de R$ 1,49 e maior de R$ 6,49 (variação de 335,57%); e o xampu (1 litro), com menor preço de R$ 1,89 e o maior de R$ 7,99 (diferença de 322,75%).

No hortifrúti, as maiores diferenças foram identificadas na cebola (1kg), com 505,05%, onde o menor valor é R$ 0,99 e o maior R$ 5,99; chuchu (1kg), com variação é de 368,37%, cujo menor preço é de R$ 0,98 e o maior de R$ 4,59.

Já no grupo óleos e temperos, os produtos com maior variação foram: sal moído (1/2 kg), cujo menor preço é R$ 0,49 e o maior R$ 1,59, o que representa uma variação de 224,49%; e o vinagre (de álcool), de 500 ml, com o menor preço R$ 1,25 e o maior R$ 2,79 (variação é de 123,20%). Para conferir mais detalhes dessa pesquisa do Procon-CG, basta acessar a pesquisa na íntegra em https://procon.campinagrande.pb.gov.br/.

 

clickpb

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp