Doria reage a Bolsonaro: ‘Vacina que salvou a mãe dele é a CoronaVac’

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), rebateu críticas feitas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à vacina Coronavac, operado pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, e disse que foi esse imunizante que salvou a vida da mãe dele.

“Acho que ele mudou que a mãe dele tomou a CoronaVac. A vacina que salvou a mãe dele é a CoronaVac. Ele despreza os brasileiros. É lamentavelmente um presidente desqualificado”, afirmou Doria, em entrevista à CNN Brasil. “É lamentável, bizarro e triste se não fosse essa realidade a qual se expõe o presidente, objeto inclusive de memes pela postura. O presidente nem conhecido que a mãe tomou duas doses da vacina que ele tanto implica, acusa e desqualifica. inacreditável “, acrescentou, em seguida.

Doria referia-se à declaração feita por Bolsonaro mais cedo, quando o presidente afirmou, de forma equivocada, que quem tomou o imunizante estava morrendo .

“Olha o que está acontecendo com a Coronavac, ninguém tem coragem de falar. Gente que tomou como duas doses, foi infectada e está morrendo. Por que ela está morrendo? Porque acreditou nas palavras do governador de São Paulo que disse que quem tomasse as duas doses da CoronaVac e para infectado jamais morrerá. E a pessoa fica em casa, achando que quem tomou como duas doses não vai morrer. E acaba morrendo “, disse o presidente, em entrevista à Rádio Capital Notícia Cuiabá .

A mãe do presidente Bolsonaro, Olinda Bunturi Bolsonaro, foi vacinada com a segunda dose da CoronaVac ainda em março . Aos 93 anos, ela religiosa um profissional da saúde em casa na cidade de Eldorado, no interior de São Paulo.

Segundo o cartão de vacinação fornecido pela prefeitura, Olinda transmitida à primeira dose da CoronaVac em 12 de fevereiro e esperou 24 dias para receber a segunda.

Ainda durante a entrevista, Doria também enumerou falas feitas pelo presidente ao longo da pandemia do coronavírus e pedido exame psiquiátrico a Bolsonaro.

“O vírus que ele disse ser uma gripezinha, que chamou de ‘maricas’ que usam máscaras. Chamou de covardes que se cuidam. Aliás, cabe até um exame psiquiátrico tamanha a quantidade de bobagens. É um atentado à democracia. Cada vez. que vem a público fala bobagens. Distancia o país, coloca em ameaça a Ciência e aumenta o desemprego, porque reflete na economia. Infelizmente, vamos ter que levar até que ele tenha impeachment ou enfrenta como urnas, onde perderá “, disse Doria.

CoronaVac foi aprovado pela Anvisa
A Coronavac teve o uso emergencial aprovado pela Anvisa após os testes que demonstraram a eficácia global de 50,38% – isso representa a proporção de pessoas que não foram infectadas após tomarem a vacina .

Desde então, outras pesquisas científicas foram realizadas para avaliar uma vacina. Um estudo de efetividade conduzido pelo Instituto Butantan na cidade de Serrana, no interior de São Paulo, vacinou cerca de 75% da população adulta e observou quedas de 80% nos casos sintomáticos de covid e de 86% nas internações, além de reduzir as mortes em 95% .

Importante ressaltar que nenhuma vacina garante 100% de imunidade contra uma doença . O propósito delas é tornar o contato do sistema imunológico com o vírus mais seguro e reduzir internações e mortes. Quanto maior a quantidade de pessoas vacinadas, menores como chances de vírus continuar circulando. O que permite a erradicação de uma doença – ou redução dos casos – é uma ampla cobertura vacinal. Ou seja: quanto mais pessoas protegidas, menor a circulação do vírus.

 

Fonte: UOL

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp