Em coletiva no Rio Grande do Norte, Lula prega diálogo e diz que quando vier à Paraíba, pedirá audiência com João Azevêdo

Em uma coletiva concedida à imprensa no Rio Grande do Norte, nesta quarta-feira (25), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pregou o diálogo com partidos e garantiu que, quando vier à Paraíba, pedirá audiência com o governador João Azevêdo (Cidadania). O petista, que concorrerá às eleições de 2022, faz caravana por alguns estados do Nordeste.

A conversa com os jornalistas aconteceu antes do lançamento do Programa Nordeste Acolhe, que irá conceder um auxílio de R$ 500 aos órfãos da pandemia de Covid-19. Cada estado, que faz parte do Consórcio aderiu ao projeto, e irá beneficiar centenas de crianças e adolescentes. Na Paraíba passam dos 700 órfãos.

Questionado sobre a relação com a Paraíba, Lula (PT) disse que foi amigo dos ex-governadores José Maranhão (falecido), Ricardo Coutinho e Cássio Cunha Lima, cada um de partido diferente ao seu. “Eu converso porque eu gosto de conversar com as pessoas. Eu não converso só com corinthiano. Eu converso com palmeirense. Sou vascaíno. Casei com uma flamenguista. Eu gosto de conviver na adversidade com as pessoas”, brincou, como visto em sua live, como acompanhou o ClickPB.

Ainda de acordo com o ex-presidente, ainda falta passar pelos estados Sergipe, Alagoas e Paraíba. “Quando for à Paraíba, eu vou pedir uma audiência com o governador e vamos visitá-lo de forma civilizada. Nós vamos conversar com o MDB, conversar com PSB e vamos conversar  com todo mundo. É assim que o Brasil precisa se acostumar”, garantiu.

clickpb

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp