Estado recebeu R$ 329 milhões do Ministério da Saúde para combate à Covid-19

A Paraíba recebeu exatamente R$ 329,1 milhões em recursos federais para serem usados em ações de combate à Covid-19. O valor é referente aos repasses durante o ano de 2020 e início de 2021. Foram R$ 138,1 milhões em recursos do SUS somados a R$ 191 milhões do recurso emergencial previsto no Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus SARS-CoV-2 (Covid-19).   
 
A informação detalhada foi do secretário chefe da Controladoria Geral do Estado, Letacio Tenório Guedes. Ele disse, ainda, que para as ações de saúde de um modo geral, o total enviado pelo Ministério para a Secretaria Estadual foi de R$ 347,4 milhões. 
 
Os municípios também recebem recursos do SUS, diretamente do Governo Federal e o valor encaminhado para as 223 secretarias municipais de saúde somam R$2,4 bilhões. Apenas para a Prefeitura de João Pessoa foi destinado no ano passado o valor de R$ 579,1 milhões, bem acima do que foi liberado para o Governo do Estado.
 
A secretária executiva da Saúde, Renata Nóbrega, afirma que no início da pandemia, quando os estados ainda estavam em uma situação crítica na compra de equipamentos essenciais, insumos e medicamentos, “o valor repassado para a Paraíba foi de R$ 30 milhões. Só a partir de junho, quando a pandemia entrou numa fase mais controlada, o recurso chegou com um volume e frequência maior”. Até agora, o Governo do Estado empenhou R$ 221,5 milhões do total de R$ 329,1 milhões enviados pelo MS.
 
Renata explica que com o recurso Covid “foram adquiridos insumos, medicamentos, testes rápidos e equipamentos para o atendimento exclusivo e para a manutenção de leitos nos 10 hospitais de gestão estadual referência para o atendimento à doença”. Atualmente, a Paraíba conta com 892 leitos ativados para o tratamento da doença, sendo 533 de enfermaria e 359 de UTI.  “O valor restante será utilizado ainda nos próximos meses, e servirá também para pagar a folha dos profissionais que estão sendo contratados agora na fase de ampliação de leitos. São 116 médicos e mais de 456 profissionais de saúde”. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp