Filiação de Nilvan Ferreira ao PTB vai esperar 15 dias e presidência do partido está entre apresentador e prefeito de Campina Grande

O apresentador Nilvan Ferreira viajou a Brasília, nesta quinta-feira (27), para uma conversa decisiva com o PTB, como já havia adiantado ontem (26) ao ClickPB. Mas fatos novos adiaram o rumo da negociação. O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, manifestou interesse em se filiar ao PTB e enviou representantes a capital federal. Com isso, a filiação de Nilvan e definição do presidente do partido na Paraíba foi adiada em 15 dias.

O Coronel Meira, presidente do PTB Pernambuco e articulador da legenda no Nordeste junto ao líder nacional, Roberto Jefferson, informou ao ClickPB que o PTB vai conversar com Bruno Cunha Lima para saber das intenções dele no grupo. Após essa conversa, será definida a presidência do PTB na Paraíba. “Estamos todos em Brasília. Seria definida hoje a filiação de Nilvan. Mas Bruno Cunha Lima queria entrar no partido, enviou três pastores conversarem conosco e o presidente Roberto Jefferson mandou que fizéssemos uma visita ao prefeito Bruno Cunha Lima, para saber suas intenções com o partido. O PTB não é mais cartorial, embaixo do braço de uma família. Então vamos avaliar.”

O deputado disse que Nilvan quer fazer parte do PTB e que aguarda apenas essa definição em relação ao prefeito de Campina Grande. “Nilvan quer vir para o PTB, ele viajar a Paraíba, montar diretórios, preparar projetos para a Paraíba. Nós queremos pensar projetos de construção de casas, escolas, energia solar. Então estamos na reta final do diálogo.”

O Coronel Meira explicou sobre as mudanças no partido e o alinhamento com o presidente Jair Bolsonaro e a direita brasileira de forma mais evidente. “Estamos fazendo mudanças desde que o deputado federal (Wilson Santiago) votou contra o projeto (que permitia impeachment de ministros do STF). São ministros no Supremo que não foram concursados, que foram indicados, advogados dos ladrões de São Paulo, nenhum deles representa o Judiciário brasileiro. E o PTB respeita totalmente a família brasileira. Consta no estatuto do partido que não podemos coligar com nenhum partido do Foro de São Paulo.”

O Coronel Meira também relatou que esteve duas vezes na Paraíba para traçar as mudanças no PTB e que foram cogitados Eudócio Dantas e Nilvan Ferreira para a presidência do partido no estado.

clickpb

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp