João de Deus volta a cumprir pena em regime fechado após nova denúncia do MP; médium é acusado de abusar mais de 300 mulheres

O médium João de Deus, 79, voltou ao regime fechado nesta quinta-feira, 26, no município de Anápolis, em Goiás. Ela estava em regime fechado até o início da pandemia, em março de 2020, quando migrou à prisão domiciliar. A prisão atende a um pedido do Ministério Público e refere-se à uma nova denúncia, a 15ª, entregue na semana passada à justiça.

Segundo o MP, a permanência dele em regime domiciliar representava risco às vítimas e poderia atrapalhar as investigações. Ele deve ser encaminhado para o Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia ainda nesta quinta-feira.

João de Deus cumpria pena em regime fechado desde dezembro de 2018, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. Por causa da pandemia da Covid-19, ele foi migrado ao regime domiciliar.

Ele é acusado por mais de 300 mulheres de abuso sexual durante atendimentos espirituais na casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia. Ele responde também por posse ilegal de arma e, somadas as penas, tem mais de 60 anos de prisão para cumprir.

 

Fonte: POLÊMICA PARAÍBA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp