Mesmo com fluxo de turistas reduzido na Paraíba, presidente da PBTUR garante: “está melhor que ano passado”

Mesmo com o fluxo de turistas reduzido na Paraíba, a presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTUR),  Ruth Avelino, disse, em entrevista ao ClickPB, nesta terça-feira (15) que o cenário ainda é melhor do que no ano passado. O impacto da pandemia afetou além da economia, diversos outros segmentos e o de turismo foi um dos mais prejudicados. A gestora explicou que diversas cidades tentam manter acesa a chama das festividades juninas usando a criatividade, para não apagar a tradição do São João.

Segundo ela, as prefeituras estão mantendo as ornamentações juninas nas praças e transferindo as festividades presenciais para o virtual, em cumprimento aos protocolos e medidas sanitárias determinados em decreto para combater à Covid-19.

“É uma situação ainda muito difícil. Segundo ano sem festa por causa da pandemia. Temos lutado muito para manter viva a chama do São João. Embora não haja festa. Muitas prefeituras estão decorando as cidades para manter o clima da tradição com bandeirolas nas ruas, mesmo sem poder ter fogueiras e festas. Tem as Prefeituras que estão fazendo lives”, destacou.

Ruth garantiu que o fluxo de turistas mesmo reduzido, será melhor do que ano passado. “Ano passado tivemos um fluxo zero. Esse ano pelo menos os hotéis e pousadas estão abertos e funcionando”, ressaltou.

Quando comparado com o ano passado, sobre quais os fatores que fazem esse ano estar melhor, a secretária reforçou que o clima de imunização deixa as pessoas mais confiantes, e isso contribui com a retomada.

“Ano passado os turistas deixaram de viajar por conta da pandemia. Esse ano, as pessoas estão viajando, ainda pouco, mais estão. Além da vacina que já deixa as pessoas mais confiantes depois de tomar a segunda dose. Obviamente, todos precisam continuar usando máscara e se cuidando”, explicou.

CLICK´PB

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp