Polícia indicia cinco por agressão a adolescente autista em condomínio

Cinco pessoas foram indiciadas pela Polícia Civil nesta quinta-feira (6) após a agressão sofrida por um adolescente autista em condomínio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. As informações são do jornal Extra.

De acordo com o o delegado Adriano França, da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav), a vizinha que arrastou e feriu o jovem de 16 anos foi indiciada pela prática de discriminação a pessoa com deficiência e por lesão corporal. Conforme a Polícia Civil, a mulher pode ser condenada, ao todo, a dez anos de prisão.

Ainda segundo o delegado, dois porteiros foram indiciados por omissão de socorro. Um deles, segundo a polícia, também já chegou a agredir o menino em outra ocasião.

Já a subsíndica do prédio foi citada por discriminação a pessoa com deficiência, por, em outro momento, impedir que o adolescente autista frequentasse a piscina do condomínio. O quinto indiciado, um morador, foi enquadrado pelo crime de prevaricação.

As investigações apontam que, além da agressão sofrida pelo adolescente em abril, a vítima foi ao menos duas vezes impedida de frequentar a piscina do local. Em outra ocasião, o jovem chegou a ser agredido por um porteiro que ainda trabalha no local.

Conforme a polícia, outros dois inquéritos estão em andamento para apurar os “fatos descortinados durante a primeira investigação”.

 ISTOÉ

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp