Polícia investiga morte de homem que teria sido mordido por jumento no interior do Rio Grande do Norte

Um homem de 39 anos morreu na zona rural de Currais Novos, município do Seridó potiguar. As circunstância da morte ainda estão sendo apuradas, mas populares afirmam que a vítima teria sido atacada por um jumento. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do município.

O corpo do homem, identificado como João Paulo Celestino da Silva, foi encontrado por populares, que acionaram a Polícia Militar. De acordo com o Centro de Operações da PM, os populares afirmaram que a vítima estava no chão, próximo ao jumento, que estava amarrado.

“A vítima todos os dias mudava o animal de lugar, numa espécie de ciclo, mas sempre garantindo o alimento e sempre deixando o animal amarrado. Provavelmente o homem foi fazer essa mudança de local e o animal deve ter o mordido na perna e depois o derrubado e pisoteado ao passo que desferia outras mordidas em outras partes do corpo”, afirmou o sargento Jarbas, que esteve no local.

O homem era residente do sítio Pedra Preta, local onde a ocorrência registrada. O corpo da vítima apresentava diversas escoriações pelo corpo e um ferimento de grande proporção no pescoço, área apontada pelos populares como a mordida pelo animal. A Polícia Civil local foi acionada e deve investigar o caso. O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) foi acionado ao local para recolher o corpo.

 

Tribuna do Norte

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp