Policiais civis da Paraíba paralisam trabalho durante duas horas na próxima segunda-feira em protesto por vacinação

Os policiais civis da Paraíba paralisaram suas atividades durante duas horas, na próxima segunda-feira (22), como forma de protesto. A categoria pede para receber vacinas contra a covid-19. Policiais das Superintendências de João Pessoa, Campina Grande e Patos vão parar as atividades das 11h às 13h.

A iniciativa, que está sendo chamada de ”lockdown” das forças de segurança, foi idealizada pela Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba (Aspol-PB), em conjunto com os representantes das demais forças de segurança do Estado.

O objetivo é cobrar a vacinação urgente dos profissionais da segurança pública, que estão na linha de frente neste momento de pandemia. De acordo com a Aspol-PB, até o dia 5 março, cinco policiais civis morreram em decorrência da covid-19 na Paraíba, e 233 dos investigadores na ativa já foram contaminados com a doença.

”Chegamos à média de 11,3% de contaminamos dentro da Polícia Civil, enquanto a média na população é de cerca de 5,4%, ou seja, o dobro”, diz texto divulgado pela entidade.

”Convocamos todos os policiais civis a parar suas atividades e se unir às demais forças da segurança pública para cobrar a vacinação da categoria. Estamos juntos nessa luta”, disse o vice-presidente da Aspol-PB, Frank Barbosa.

ClickPb

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp