Prefeito de Campina Grande manda aumentar vistorias e quer reuniões para evitar confronto com empresários nas ações contra pandemia

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), mandou aumentar as fiscalizações contra aglomerações e outras desobediências ao Decreto Municipal nº 4.556 contra a pandemia do novo coronavírus. Além disso, ele ordenou que sua equipe marque reuniões com os empresários locais para discutir as ações contra a Covid-19, em mais um sinal de evitar confronto com empresários nas medidas restritivas.

Foram mais de duas horas de reunião, na manhã desta segunda-feira (8), segundo informações obtidas pelo ClickPB. No encontro de trabalho, realizado no auditório do Ipsem, Bruno esteve acompanhado do vice-prefeito Lucas Ribeiro e mandou intensificar o trabalho fiscalizatório, inclusive no período diurno, usar de rigor com os casos reincidentes e montou uma agenda de trabalho que envolve a participação do poder público, iniciativa privada e órgãos de fiscalização.

O prefeito confirmou, por exemplo, que manterá uma reunião na tarde desta terça-feira (9), com representantes do Ministério Público Federal, Estadual e do Trabalho. Além de ratificar os questionamentos sistemáticos à decisão do Governo do Estado de rebaixar a bandeira sanitária de Campina Grande, apresentará dados que reforçam a posição do município, além de propor a parceria da instituição.

Também na reunião, da qual participaram secretários, dirigentes de órgãos e equipes técnicas, Bruno Cunha Lima mandou sua equipe de assessores organizar reuniões setoriais com o setor produtivo para aprofundar o debate em torno das medidas preventivas. Serão realizados encontros de trabalho com segmentos comerciais, de eventos, supermercados e congêneres, restaurantes e outros, ainda esta semana.

Serão convidados também para reuniões representantes dos setores comerciais ligados às feiras livres e mercados públicos do município, inclusive dos distritos. Um outro foco é o segmento de transporte urbano de Campina Grande, já que a questão de superlotação de ônibus em determinados horários está incomodando o prefeito e sua equipe, segundo mencionado pela Prefeitura de Campina Grande.

Participaram da reunião, com suas respectivas equipes, os secretários Filipe Reul e Gilney Porto (titular e adjunto da Saúde, respectivamente), Rosália Lucas (Desenvolvimento Econômico), Geraldo Nobre (Serviços Urbanos e Meio Ambiente), Raymundo Asfora (Educação), o presidente Antônio Hermano (Ipsem) e o superintendente Dunga Júnior (Trânsito e Transportes Públicos). Por parte das equipes técnicas foram representados o Procon, a Guarda Municipal, a Defesa Civil e a Gevisa.

ClickPb

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp