Professores e estudantes podem realizar mais protestos contra nomeação e posse de reitor da UFPB

Professores, servidores, estudantes e entidades do movimento estudantil, devem realizar outros protestos contra a nomeação e posse do professor Valdiney Veloso Gouveia, para reitor da Universidade Federal da Paraiba (UFPB.

Ontem eles realizaram um ato público, na Praça da Paz, no bairro dos Bancários, em João Pessoa, em protesto contra a nomeação do professor Valdiney Veloso Gouveia, para reitor da instituição. Ele foi o menos votado na consulta pública e nomeado pelo presidente da República Jair Bolsonaro, O ato começou às 16h desta quarta-feira (18) e acabou por volta das 19h. Manifestantes fizeram uma caminhada até a UFPB e se concentraram em frente da reitoria da instituição.

Uma nova assembleia geral está marcada dia 19 de novembro e vai discutir novas ações, segundo a AdufPB.
No dia 5 de novembro, o professor Valdiney Veloso Gouveia foi nomeado reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), pelo presidente Jair Bolsonaro (sempartido), para os próximos quatro anos. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

O docente foi o último colocado na consulta online entre os professores, técnico-administrativos e alunos, com soma ponderada e normalizada de 106,496. Além disso, Valdiney não teve nenhum voto durante a formação da lista tríplice pelo Conselho Universitário (Consuni).

Redação

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp