Ricardo Coutinho deixa a presidência da Fundação João Mangabeira; ex-governador de São Paulo assume cargo

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) não é mais presidente da Fundação João Mangabeira (FJM). Nessa segunda-feira (23) a entidade elegeu, por unanimidade, o novo substituto na presidência. Se trata do ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSB). Ele deverá ficar no cargo pelos próximos três anos.

A eleição acontece após o fim do mandato de Ricardo. Alexandre Navarro foi reeleito como diretor vice-presidente, e o ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), escolhido diretor de Organização. Coutinho tinha direito, mas não concorreu à reeleição.

A Fundação João Mangabeira foi instituída pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) em 1990, e é uma entidade sem fins lucrativos que tem como finalidades a formação política socialista e a elaboração de políticas públicas, a fim de consolidar, aprofundar, difundir e construir o socialismo democrático proposto pelo partido.

 Polêmica Paraíba

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp