Seis! Espanha trucida a Alemanha e se classifica para fase final da Liga das Nações

  • Resumão A Alemanha tinha a vantagem do empate no Grupo 4 da Liga das Nações, mas passou longe. Muito longe. Irreconhecível até mesmo levando em conta os maus momentos recentes, ela sofreu a segunda maior derrota de sua história nesta terça-feira: 6 a 0 para a Espanha, classificada com sobras para a fase final. O atacante Ferrán Torres foi o grande nome da noite em Sevilha, com três gols. Morata, Rodri e Oyarzábal completaram contra Neuer e companhia.
  • O TAMANHO DO PREJUÍZO A eliminação faz parte, mas a Alemanha conseguiu transformá-la na mais dolorida em décadas. Esta foi a maior derrota que a seleção já sofreu num jogo válido por uma competição – e a segunda em toda a história, empatado com os 6 a 0 sofridos para Áustria em 1931 e atrás dos 9 a 0 para a Alemanha em 1909. Além disso, Neuer nunca havia sofrido seis gols em sua carreira.
  • FESTA NO LADO VENCEDOR Sergio Ramos, que deixou o jogo com um problema muscular e preocupa o Real Madrid, registrou o momento de festa da seleção com a classificação. A Espanha e a França são as duas garantidas até o momento no Final Four da Liga das Nações, que será disputado em outubro de 2021. Bélgica e Dinamarca (Grupo 2) e Itália, Holanda e Polônia (Grupo 1) brigam pelas outras duas vagas
  • COMO FOI O PASSEIO Ninguém ganha por 6 a 0 à toa. Mas por alguns minutos houve jogo. De repente, como um clique, a Alemanha desligou. E a Espanha passou o carro. Morata abriu o placar em escanteio aos 17 minutos e teve um gol mal anulado (não houve VAR) aos 23. Ferrán Torres iniciou sua contagem aos 34 num chute cruzado, e Rodri fez mais um após escanteio, aos 38. Na etapa final, os alemães só chegaram uma vez, num chute de longe de Gnabry que parou no travessão. Estavam irreconhecíveis, e novamente os espanhóis aproveitaram, com Ferrán Torres (aos 10 e 27) e Oyarzábal aos 44.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp