Sérgio Fonseca rebate acusações de deputado Wallber Virgolino e diz que julgamento antecipado é “irresponsável” e “assassina reputações”

O secretário de Estado da Administração Penitenciária, coronel Sérgio Fonseca, rebateu, nesta quarta-feira (09), às críticas do deputado estadual Wallber Virgolino e disse que julgamento antecipado é “irresponsável” e “assassina reputações”. Além disso, disse que atitude do parlamentar foi no mínimo inconsequente ao vir a público fazer declarações sem conclusão das investigações.

“Considero extremamente irresponsável a fala do deputado. O deputado, além de deputado, ele é delegado de Polícia. Ele sabe que nós não devemos nem pudemos fazer um pré-julgamento de uma situação sem antes saber ou conhecer realmente sobre o assunto. Como deputado, o delegado é formador de opinião”, disse o secretário, como o ClickPB acompanhou, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM.

Além disso, Sérgio Fonseca destacou que o uso das redes sociais, por parte de Wallber Virgolino, para fazer acusações contra servidores públicos, é inconsequente. ” Gostaria de destacar que são pais de famílias, sem antes aguardar um a investigação previa ou conclusão, o delegado acaba assassinando reputações. Isso é é no mínimo inconsequente”, afirmou.

O rebate do secretário às declarações do deputado ocorre após uma carga de 21 toneladas de arroz, que havia sido roubada em Pernambuco, estar no almoxarifado da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária. Sérgio Fonseca explicou que os alimentos que chegam a pasta são feitas de forma regular, por meio de licitação. O fornecedor informou que comprou o produto em um depósito de Sapé e que tinha feito outras compras no local. Quando a mercadoria chegou na Seap, a comissão notou que a marca não era compatível ao que estava no contrato. A Secretaria de Segurança do Estado da Paraíba fazia investigações da carga quando percebeu que estava no almoxarifado da secretaria. A investigação segue e o contrato com o fornecedor suspenso.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp