Sérgio Moro desiste de ser candidato a presidência da República e faz comunicado aos seus patrões

Condenado pelo Supremo Tribunal Federal por causa de sua parcialidade contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sérgio Moro informou ao seu empregador, a consultoria Alvarez & Marsal (EUA), que não será candidato ao Palácio do Planalto em 2022, de acordo com nota publicada nesta sexta-feira (7) pela coluna Radar.

Um colega do ex-magistrado havia dito que Moro estuda novamente se mudar para os EUA.

Coordenador do Grupo Prerrogativas, o advogado Marco Aurélio de Carvalho afirmou que poderá ser feito um pedido de extradição, caso o ex-juiz vá morar nos Estados Unidos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp