SÉRIE DE IRREGULARIDADES: quase 55 mil pessoas de outro estado e 341 que ‘estariam mortas’ foram vacinadas na PB

Uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE) divulgada nesta sexta-feira (07), aponta que quase 55 mil pessoas do outros estados e pelo menos 341 pessoas que já estariam mortas foram vacinadas na Paraíba. O levantamento encontrou diversas irregularidades no acompanhamento da campanha de vacinação contra Covid-19.

Segudo o TCE, o número de registro de pessoas de outros estados ou municípios que receberam a vacinação na Paraíba chega, até o momento, a 54.922 pessoas.  Além disso, na lista de vacinados ainda aparecem possíveis irregularidades, como o uso de CPFs inexistentes de 8.973 pessoas e 341 que já estariam mortas.

Os dados foram cruzados com informações com diversas bases de dados – como a do Sistema Nacional de Óbitos. Esses dados levantados pelo TCE são calculados a partir do total de vacinas aplicadas. Dentre as irregularidades apontadas, estão: inconsistências relativas à faixa etária; intervalo entre doses menores que o recomendado; inconsistências relativas ao cargo/função; aplicação de doses de fabricantes diferentes; ocupantes de cargo eletivos vacinados e menores que tomaram vacinas.

Doses aplicadas

De acordo com o relatório de acompanhamento de gestão sobre Covid-19 do TCE-PB, que detalha a situação de distribuição de vacinação no âmbito dos 223 municípios paraibanos consta que a Paraíba recebeu, atualizado até às 6 horas desta quinta-feira (06), 1.450.320 doses. Foram aplicadas 1.074 680. E existem em estoque 375.640  doses. São dados do TCE atualizados pelo Sistema de Informação de Insumos Estratégicos (SIES/MS).

Na analise do TCE-PB, mostra que das vacinas aplicadas, 78 % foram para o grupo por faixa etária (pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas), 18 % trabalhadores da saúde e o restante distribuídos entre os grupos de pessoas com deficiência, comorbidades, forças de segurança, comunidades tradicionais e povos indígenas e outros não informados.

Fonte: Polêmica Paraíba

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp