Soma de brancos, nulos e abstenções fica em 2º lugar em João Pessoa

João Pessoa tinha 522.269 eleitores aptos a votar nesse domingo (29), no segundo turno das Eleições, em 1.226 seções distribuídas pela cidade. A votação teve como resultado a vitória do candidato Cícero Lucena (Progressistas), que obteve 185.055 votos, superando Nilvan Ferreira (MDB), que recebeu 163.030. Diante dos dados apurados, um detalhe a se destacar se refere à soma dos votos brancos, nulos e das abstenções, que chega a superar o segundo colocado na capital paraibana, atingindo a marca de 174.184.

Segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ocorreram 121.917 abstenções no segundo turno em João Pessoa, o que representa 23,34% do total. Votos brancos foram 15.164 (2.90%) e nulos 37.103 (7.10%). Foram registrados 348.085 votos válidos (66.65%).

Na Paraíba, de acordo com dados divulgados pelo setor de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), 8.882 eleitores (1,36%) justificaram a ausência no pleito através do aplicativo e-Título.

Avaliação do TSE

O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, disse nesse domingo que a abstenção dos eleitores no segundo turno das eleições municipais foi maior que o desejável pela Justiça Eleitoral. Durante a apresentação do balanço das eleições, Barroso afirmou que a pandemia da Covid-19 fez com que parte do eleitorado deixasse de comparecer às urnas por medo de contaminação pelo novo coronavírus.

Com 100% das seções eleitorais apuradas, a abstenção dos eleitores foi de 29,50%, equivalente a 11,1 milhões de pessoas. Nas eleições de 2018, 2016 e 2014, o índice de eleitores faltosos ficou em torno de 21%.

Na avaliação do presidente, embora a abstenção tenha sido maior que o desejado, a realização das eleições em meio à pandemia, com a participação de 70,50% dos eleitores, merece ser celebrada.

Eleições na Paraíba

Os outros 222 municípios da Paraíba escolheram seus prefeitos no primeiro turno, inclusive Campina Grande, segunda maior cidade do estado, com mais de 200 mil eleitores. Os campinenses escolheram Bruno Cunha Lima (PSD) para governar a cidade pelos próximos quatro anos.

Redaçao

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp